segunda-feira, 30 de junho de 2008

Yerushalaim Shel Zahav - ירושלים של זהב - Jerusalém de Ouro

Yerushalaim Shel Zahav, ou Jerusalém de Ouro, é uma das maiores obras primas da música hebraica. Como se não bastasse, há quem diga que esta música é uma espécie de segundo hino nacional de Israel. Bem que poderia, pois esta canção mostra de uma forma extraordinária o amor de um povo por sua cidade ancestral e também por sua terra ancestral.

A música foi apresentada ao povo de Israel e ao mundo no ano de 1967. Naomi Shemer, uma dos baluartes da música popular de Israel, foi convidada, junto com outros quatro colegas, para compor a música que seria apresentada durante o intervalo do Festival da Canção de Israel de 1967. Shemer sempre teve uma afinidade muito especial por Jerusalém - isso porque na cidade ela concluiu seu curso de música na Academia de Música de Jerusalém, e foi onde ela deu luz à sua filha.

Três semanas após a apresentação oficial de Yerushalaim shel Zahav, explodiu a Guerra dos Seis Dias. No dia 7 de Junho de 1967, o Exército de Israel capturou a Cidade Velha de Jerusalém, um momento histórico para o Povo Judeu, que depois de centenas de anos voltou a ter toda a cidade em suas mãos.

Este vídeo abaixo é o audio da apresentação oficial de Yerushalaim Shel Zahav durante o Festival da Canção de Israel de 1967, intepretado pela extraordinária Shuli Natan. Perceba a comoção do público após a execução da música.



Aqui também o clipe de Yerushalaim shel Zahav



Outras versões de Yerushalaim shel Zahav....
Na voz de Ofra Haza....



Leia e cante a letra da música.

YERUSHALAIM SHEL ZAHAV (Jerusalém de Ouro)
por Naomi Shemer

Avir harim tsalul k'yayin
Vereiyach oranim
Nissah beru'ach ha'arbayim
Im kol pa'amonim.

U'vtardemat ilan va'even
Shvuyah bachalomah
Ha'ir asher badad yoshevet
Uvelibah - chomah.

Refrão
Yerushalayim shel zahav
Veshel nechoshet veshel or
Halo lechol shirayich Ani kinor.
x2

Chazarnu el borot hamayim
Lashuk velakikar
Shofar koreh behar habayit
ba'ir ha'atikah.

Uvme'arot asher baselah
Alfei shmashot zorchot
Nashuv nered el Yam Hemalach
B'derech Yericho

Refrão

Yerushalayim shel zahav
Veshel nechoshet veshel or
Halo lechol shirayich Ani kinor.
x2

Ach bevo'i hayom lashir lach
Velach likshor k'tarim
Katonti mitse'ir bana'ich
Ume achron ham'shorerim.

Ki shmech tsorev et hasfatayim
Keneshikat saraf
Im eshkachech Yerushalayim
Asher kulah zahav.

Refrão

Yerushalayim shel zahav
Veshel nechoshet veshel or
Halo lechol shirayich Ani kinor.
x2

TRADUÇÃO

Jerusalém de Ouro
Composição: Naomi Shemer

O ar de montanhas, cristalino como vinho,
e aroma de pinhos
Voam com o vento da tarde,
e sons de campainhas

No adormecer da árvore e da pedra,
aprisionada em seu sonho
Está a cidade que habita solitária,
e no seu coração uma muralha.

Jerusalém de ouro, e de bronze, e de luz
Pra todas suas canções serei o violino

Secaram os poços das águas
e o mercado está vazio
Ninguém visita o templo da montanha
dentro da cidade velha

Nas cavernas das rochas,
choram os ventos
Ninguém desce para o Mar Morto,
via Jericó

Jerusalém de ouro,
e de bronze, e de luz
Pra todas suas canções,
serei o violino

Mas venho hoje para cantar a ti,
e a ti amarrar coroas
Sou menos que o mais jovem de seus filhos,
e do último dos poetas

Porque seu nome queima os lábios,
como um beijo se Seraph
Se a ti esquecer oh Jerusalém,
que és toda ouro

Voltamos aos poços de água,
e aos mercados e a praça
Se ouve o shofar no Monte do Templo,
na cidade Velha

E nas cavernas das rochas,
milhares de sóis iluminam
Novamente desceremos ao Mar Morto,
via Jericó

Jerusalém de ouro, e de bronze, e de luz
Pra todas suas canções serei o violino

3 comentários:

Geraldo B. A. J. disse...

Olá, boa noite.
Gostaria de saber se você tem esta letra em hebraico (com os sinais massoréticos).

Kherubyn disse...

TENho comigo que esta música foi um maravilhoso presente do ETERNO ao seu povo. Muito emocionante desde a primeira nota. Em pouquissimas ocasiões ouovi musica tão bela quanto essa. FANTASTICA!!!

assis.pauloeana disse...

Falar a respeito da Morada do Eterno exige a própria presença dEle na vida, na alma, do compositor. Para os amantes do povo judeu, difícil é não chorar de emoção, mesmo não entendendo o hebraico e só lendo a tradução. Que o Deus Eterno abençoe todos os que amam Sião em nome de Yeshua Hamashia.